terça-feira, 29 de outubro de 2013

FUI PRINCESA



Fui princesa por um dia
Vivi num castelo por magia
Vestia e calçava o que queria

E acordei do sonho com alegria

O castelo era encantado
Animais sempre ao meu lado
Me mimavam sem parar
Tudo tive sem contar

Fui servida com requinte
Comi tudo com apetite
Doces eram os que queria
E tudo o resto também escolhia

Para trás tudo ficou
Ainda assim algo me marcou
Fui princesa foi o que interessou
Mas nada em mim se modificou

Helena Santos


PORQUE NÃO ME ESCUTAIS



Já não aguento mais
Tudo parece estar louco
Senhor
Porque não me escutais!
Porque tenho que passar
Por tanta dor
Se o que peço é tão pouco
São tantas as provas
Que tenho que enfrentar
Tantos obstáculos a ultrapassar
As forças
Ah essas já me vão faltando
Não me las tires
Espera só mais um pouco
Já falta pouco
Para conseguir
Para lá chegar
Não me deixes desistir
Quero voltar a sentir
A luz do meu Sol a brilhar

Rosa Ferreira/tulipanegra

MINHA ALEGRIA MAIOR...



Minha doce e pequenina Julinha
Que de saudades faz meu peito doer
Amo demais essa minha netinha
E meu desejo é estar sempre com você

E sempre que a tarde vai morrendo
Penso em você minha linda pequena
Então sinto meu semblante entristecendo
É que essa saudade nunca será amena

Minha amada netinha Júlia... Meu encanto
Minha dor se faz ainda maior é por saber
Que estarás distante e assim meu pranto
Terá meu anjo, por muito tempo razão de ser

Mas o tempo talvez ainda assim me traga
Razões para sorrir sempre, ao lembrar de você
Quem sabe não terei apenas saudades, mas a paga
Por ter e superado com carinho a ausência do teu querer

Gil Ordonio

EMPRESTA-ME A TUA POESIA...

Poeta, Empresta-me A Tua Poesia!
( Rose Arouck )

Poeta, cede-me teus versos
para que eu possa me acalmar;
tenho a mente a me ferver
com uma frase a doer...
Assim não posso escrever,
pois não consigo raciocinar.

Empreste-me tua poesia
Prometo tratá-la bem,
quero apenas dizer...
Com palavras entender
ao Mundo o que não convém.

Quero extrair teu sublime, tua ternura,
embutidas na doçura
que consegues nos passar.
Poeta, eu também preciso amar!

Estou lendo e fazendo
dos olhos meu holofote,
como afago ao teu suporte,
para que o foco preciso
não obsta no que te digo
se quiseres me valer...

Deixa que eu leve aos ventos
o dom de teus pensamentos
pra meu lirismo não morrer.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

COBRA SEGA

COBRA SEGA

Menino que pula corda
esconde, esconde e peteca
outro dia eu te vi pular
por cima daquela linda boneca.

Pulou aquele amarelinho
e foi brincar de se esconder
correu com aquele cavalinho
de pau embaixo de você.

Brincou também de cobra sega
com pano preto nos olhos
vendas naquelas macegas
escorregou do bastão com óleo.

Atirou ah cima, cinco marias
para ver quem que ganhava
quase noite ainda era dia
sentando você sonhava.

Jogou pedra de estilingue
armou arapucas por ai
pegou frango e fez ringue
pescou muitos lambaris.

De pés no chão correu na chuva
fazendo mímica de avião
treme quando os bichos urra
tu tem um meigo coração.

Sonhou em crescer e ser medico
motorista exercito ou aviador
fez o arte mas em confesso
disse, não foi eu não senhor.

Menino tu é príncipe rei
nesse teu tamanho pequeno
ninguém liga para que fez
fique calmo e sereno.

Menino Jesus também brincou
falando papai do céu, vou lá
cresceu, pelo seus crucificou
defendendo o seu amar.

Antonio Montes 28/10/13

FALA DO AMOR

FALA DO AMOR

Fala assim, de ti, fala daquilo
Deixa na vida o amor viver...
A paixão, e os desejos, e tudo aquilo
O que são do peito, deixa ser,
O que são da alma, deixa entrar
Não deixe que falem ao teu coração
Nem mesmo deixa-te de falar:
Onde te deitas, não deitas a solidão
E nem mesmo nas adversidades
Onde choram o lamento e a dor...
Viva o que são das tuas vontades
Fala de ti; assim, fala do amor.

Poeta Dolandmay

 · 

O FILHO DA MISÉRIA

O FILHO DA MISÉRIA

Acorda menino, sai daí!
_ Não posso não senhor
eu não tenho aonde dormir
nem sou filho de doutor.

Nasci na tarimba sem amor
o meu pai, eu nunca conheci
minha mãe, um dia me abandonou
e eu, não tenho para onde ir.

Conheço de dia, a cruel fome
de noite frio e o sereno
já apanhei de certos homens
já tentei beber veneno.

Meus dias são como fera
só querem acabar comigo
tudo pela ganância da terra
deixam-me, a deriva sem abrigo.

Nunca ganhei um brinquedo
roubo se quero comer
roupa rasgada não me é segredo
meu Deus! O que vou ser ao crescer?

Não tenho sono nem sonho
vivo em bancos ah cochilar
nesse mundo cruel e medonho
se esqueceram de me amar.

Não sei o que me espera
nesse universo desigual
ate Deus se viesse na terá
iam lhes receber com o mal.

deixe-me dormir aqui
uma noite meu senhor
sou uma criança frágil assim
que nem Cristo Redentor.

Antonio Montes 28/10/13

domingo, 27 de outubro de 2013

A TARTARUGA ESPERTA..

APRENDENDO CONTAR COM A TARTARUGA...

MARCOS.. NETINHO DO CASAL AMY E JOSÉ...

Marcos

Menino lindo com olhar tão vivo,
Irrequieto na forma de agir,
Mergulho em ti e vejo se consigo
Ler nos teus olhos tão lindo sorrir

E quando pousas no meu ombro amigo
Tua cabeça, sinto o teu sentir…
Teu coração a procurar abrigo
Tão cheio de esperança no porvir

E olhando o teu olhar sereno, Marcos,
Aos céus ouso lançar louvores parcos
Com sentimento, grato, bem discreto

Que desde que chegaste á minha vida
A vida à minha volta é mais florida
Por te sentir em mim, querido neto!

José Sepúlveda

sábado, 26 de outubro de 2013

QUER VER UMA CRIANÇA FELIZ?


O PINTINHO...

O PINTINHO

Um pintinho piador
pia noite e pia dia
pia em sua agonia
para expor o seu clamor
pia quieto em seu pranto
pela perca do seu amor.

Derrama lagrima e pranto
ao piar com sua dor
com solidão em seu canto
a paixão em esplendor
teu piado de encanto
que também serve de canto
e reclame de doutor.

Outro dia, eu te vi
chorar com o teu piado
eram lagrimas de escorrer
em tristes pios por ai
andando acabrunhado
com vontade de morrer.

Tenha fé em teu piá
não se desmotive assim
não voe, vamos sorrir
a vida é feita para amar
são pouco tempo aqui
liberte-se para voar.

Antonio Montes 26/10/13


sexta-feira, 25 de outubro de 2013

LEMBRANÇAS...



Maria De Lurdes Cunha

Lembranças……..

Lembras-te…
Quando era criança
E ainda na minha infância,
Usava uma linda trança
E cantava com alegria,
Que até parecia uma cotovia.
Lembras-te…
Quando brincava-mos,
Na praia e bem junto ao mar,
Me apertavas a mão
E eu sentia-me corar,
Lembras-te…
Tempo passado e muito mais tarde,
Me apertaste junto a ti
E me beijaste, com intenso vigor.
Era então o meu primeiro beijo de amor,
Nessa noite não dormia,
Porque ainda sentia
E revivia…
Todo aquele calor
Daquele beijo de amor!

Amor doce tormento,
Que fica e vive em nosso pensamento!...

Lembras-te…
Eu ainda me lembro.
Daquele cantinho,
Cheia de muita emoção
Onde me abriste teu coração,
E me falaste de amor!
Lembras-te….
E, o tempo assim passou
E mal o Sol tombou,
O teu encantamento,
Para sempre
No meu coração ficou.
Lembras-te!..

SORRISO...

Rosa Ferreira





















SORRISO


Onde está aquele sorriso
Que no meu rosto tinha
Não o encontro, mas preciso
A tristeza em mim se aninha

Devolve-me aos meus olhos a luz
Que há tanto perderam o brilho
Tão pesada é esta cruz
E sustenta-la não consigo

Devolve-me o sorriso
Sem ele me sinto angustiada
Desse seu brilho eu preciso
Para me sentir encantada

A vida
Que não é vida
Por ninguém é desejada
Nem perdida nem achada...

MENINA FEITA DE LÁGRIMAS

Lúcia Polonio

Menina Feita De Lágrimas

Onde ficastes guardada?
Não te vejo mais em meus sonhos
E teu sorriso, onde perdestes...
Diga-me menina?

Por onde anda tua alegria?
E teus sonhos, tantos sonhos tinhas
Teu semblante sempre tão tristonho

Diga-me, onde posso te reencontrar?
Como trazê-la de volta?
Diga-me, me dê um sinal

Volta para a vida
A felicidade espera por ti
Venha ser feliz novamente

Esqueças tudo, tudo o que
te fez sofrer
Enxugas teu pranto e sorria

Deixe a luz entrar em tua vida
Iluminar tua alma, teu coração

Então menina feita de lágrimas...
                                                               Tu me farás eternamente feliz.

A MAGIA DAS PALAVRAS...



São maneiras de dizer 
e formas de sentir. 
São momentos de magia, 
não há regras para seguir.

Nem sempre aquilo que somos
é o que queremos ser.
Nem sempre aquilo que dizemos
é o que queremos dizer.

Tentamos dar cor à vida
e abrimos portas sem fim,
mas nem sempre do outro lado
vislumbramos um jardim.

Vemos rosas com espinhos,
porque as mais belas flores são assim.





Fernanda Martins




quinta-feira, 24 de outubro de 2013

JOANINHA VAI SER AVÓ

JOANINHA VAI SER AVÓ

Hoje a Joaninha não estava em casa,

e como gosto dela, fiquei logo preocupada!
Então fiquei a pensar o que teria acontecido,
porque é sempre normal ela vir ter comigo...

Mas estranhei a ausência dela, e até pensei
por onde é que ela teria ido, aquela menina!
Mas ela já chegou, e eu logo com ela conversei
sabem ela anda muito ocupada, aquela amiguinha.

Porque eu vou fazer aqui uma confidência,
espero que a Joaninha não me leve a mal!
Mas como ela comigo tem muita paciência,
porque nós somos iguais, tal e qual.

Então eu vou dizer-vos que ela vai ser avó!!
Anda contente, pois sabe que vai ser um menino.
Se vocês vissem a Joaninha tem sempre um nó,
saber que o avô partiu sem conhecer o netinho.

Por isso eu digo a todas as meninas e meninos,
que é muito lindo ter papás, e também avós,
porque eles são todos grandes amiguinhos,
porque em todos existe laços, de ternura entre vós.

JOANA RODRIGUES 22/10/2013

O URSINHO...

O Ursinho

um ursinho branco de peluche

Que andava ao dependuro no roupeiro

 E quando preparava um suave duche

Olhou pra mim com seu olhar matreiro

 Vestia jardineira azul marinho

 Em seu sorrir alegre e sedutor

Parecia que dizia bem baixinho –

Bom dia, como está meu bom senhor

 Fique ali parado à sua frente

E coisas tais passaram-me p’la mente

Que quase apeteceu deita-lo ao chão

E o urso de peluche ali, franzino,

Olhava para mim com tal carinho

Que quase me partia o coração!


José Sepúlveda

JOANINHA DISTRAÍDA

JOANINHA DISTRAÍDA

A joaninha veio distraída para o solar
Joaninha, hoje não nos disseste nada,
fiquei triste e a pensar , o que aconteceu
têm razão, eu nem os vim cumprimentar,

nem pensem que foi ela que adormeceu
entrou distraída, e começou a trabalhar
mas a joaninha, tanto poema que hoje leu
a pobrezinha precisa de ir descansar...

mas vocês conhecem bem esta joaninha
ela nunca abandonaria os seus amigos
tem que ser desculpada esta lindinha...
mas agora ela vai escrever uns artigos

pois tem mais trabalho ,para escrever
por isso hoje ela apenas vos vem dizer
que amanha cá estará para vos comentar
e por agora a todos, as boas noites vem dar
JOANA RODRIGUES 23/10/2013

OS PROTETORES DAS MATAS

OS PROTETORES DAS MATAS

O caçador corre apavorado
Pelo meio da mata
Ele agora é caçado
Sob a lua cor de prata

Uma luz forte a iluminar
Como uma cobra que serpenteia
Será que é o Boitatá?
Ou será que é a lua cheia?

Será que o caçador
Vai escapar da ira
Do implacável protetor
O terrível Curupira

O Protetor das Matas
E de todos os animais
Toma banho nas cascatas
Com os pés virados para trás

E o caçador continua a correr
Tenta ao máximo sobreviver
Ele tem muito medo de morrer
Nas mãos cruéis do Saci-Pererê

Corre, corre, corre, corre
Corre, corre mais, malvado caçador
Ou você corre, ou morre
Com crueldade e com muita dor

Mas o Caçador sabe barganhar
Oferece fumo ao astuto Caipora
Essa é a única maneira dele escapar
Dizendo: Toma, Caipora, deixa eu ir embora!

Arilo Cavalcanti Jr.

* Boitatá - Representa um cobra de fogo que protege as matas e os animais, mata todos que desrespeitam a natureza.
* Curupira - Protetor das matas e dos animais, representado por um anão de cabelos compridos e tem os pés virados para trás.
* Saci-Pererê - Representado por um menino negro de uma perna só, fuma o seu cachimbo, e usa um goro vermelho que lhe dá poderes mágicos.
* Caipora - É uma entidade da mitologia Tupi-Guarani, significa habitante do mato, representada por um pequeno índio de pele escura, muito ágil, nu, que fuma e gosta de cachaça. Anda montado em um porco do mato, com uma vara na mão. Protetor dos animais e das matas.
* Estes são os Protetores das Matas do Brasil, segundo a nossa Mitologia Indígena Brasileira! Representam o nosso rico Folclore!!!

O PRÍNCIPE CURUMIM,,,

O Príncipe Curumim

Em plena Floresta Amazônica
Habitavam os Índios Maués
Gigantes guerreiros de Força Jônica 
Que eram orientados pelos Pajés

Havia entre eles, um jovem casal
Que pediu um filho a Tupã
Seria para a felicidade conjugal
Uma motivação para o seu Elã

Meses depois um menino nasceu
Para alegrar a vida dos seus pais
Forte, bondoso, e saudável, ele cresceu
Cheio de qualidades especiais

O Curumim era muito criativo
Todos da tribo o idolatravam
Carinhoso e muito prestativo
Os seus pais o adoravam

O seu nome era Aguirí
E a sua fama se espalhou
Chegando até ao diabólico Jurupari
Que tremendamente possesso o invejou

O Espírito do Mal Jurupari
Passou a seguir o indefeso Aguirí
O Deus do Mal podia ficar invisível
Fugir da sua fúria era impossível

Um dia Aguirí saiu para passear
Na floresta e frutos coletar
Ele nem podia imaginar
O que estava por lhe esperar

Jurupari se transformou numa venenosa serpente
E picou o menino rapidamente
Foi implacável e surpreendente
O Curumim morreu instantaneamente

Já estava sem vida quando o encontraram
Os índios da tribo lamentaram
O Deus Tupã também lamentou
E trovões e raios à terra enviou

Tupã mandou que a mãe plantasse os olhos da criança
Passou um tempo e nasceu nesse lugar
Uma plantinha com os frutas da esperança
Parecidos com os olhos de Aguirí, O Guaraná

Arilo Cavalcanti Jr..

terça-feira, 22 de outubro de 2013

A PEQUENA JOANA...

Joana 

Joana, como é lindo o teu olhar

Olhando o meu, assim, tão penetrante!
Olho p’ra ti e logo, num instante,
Eu fico enternecido, sem falar!

O teu sorriso doce, de encantar,
Traz aos meus olhos brilho radiante.
E ouço a tua voz a cada instante
A me dizer: Avô, vamos brincar?

Vem-me abraçar-me, amor, e vem trazer
A força e alegria de viver
A este meu cansado coração

E vem dizer-me com o teu carinho:
Eu quero-te abraçar, meu avozinho,
Só quero o teu amor, tua afeição!

José Sepúlveda
Identificar fotoA

O SONHAR CRIANÇA É TEU PARTICIPA...



COM UM SORRISO ASSIM DEIXA O PIO PIO ASSANHADINHO...

..AQUI NO SONHAR CRIANÇA TUDO PODE...


E A JOANINHA APRONTANDO DAS SUAS. NA FESTA TODA ANIMADA...

SONHAR CRIANÇA CADA VEZ MAIS BELO



TEVE ATÉ ENSAIO FOTOGRÁFICO..

SONHAR CRIANÇA FICANDO LINDO!




O POETA ANTONIO COM SEU CARISMA CRIANÇA...

O SONHAR CRIANÇA ESTÁ RADIANTE COM AS FOTOS ANIMADAS...



CADA MENINA TRAZENDO SEU ENCANTO...